POÉTICA DO COTIDIANO

Textos, Frases, Cartas, Poemas, Canções, Diálogos, Interrogações... Todas as palavras que preenchem o nosso dia-a-dia... com muita poesia!

quinta-feira, julho 19, 2012

UM PROVÁVEL FUTURO



Quando eu imagino meu futuro, eu me vejo sozinha. Uma ligação de uma amiga, um livro, um carro, morangos mofando num apartamento quase sem móveis, um fogão sem uso, geladeira apenas com sucos e algumas garrafas de vinho, essas serão minhas companhias.


E talvez, eu possa sair às ruas a contemplar o céu, dia ou noite, o que eu mais gosto de fazer. E observar para onde correm as pessoas com suas vidas cheias de sentido e, talvez, eu possa ter alguma ideia vaga da minha falta de sentido ou entender o porquê de tanta pressa que eu nunca tive por ter tempo de sobra e não saber o que fazer com ele.

Talvez, quando ficar velha, eu consiga realmente encontrar a felicidade, tão desejada na juventude. Porque na velhice podemos ser realmente como sempre desejamos, mas não tivemos coragem.


A culpa, talvez, vá embora e seja apenas uma vaga lembrança no mesmo baú em que se encontra o sorriso dos amigos já idos para outro plano ou outro país, dos amores possíveis e nunca possíveis, dos sonhos não realizados, das vivências nunca sonhadas. Posso escrever um livro de memórias ou autoajuda que nunca será publicado ou talvez seja, mas que sirva apenas para aliviar as dores acumuladas por muito tempo.

Talvez seja tudo mais simples, talvez tudo fique complexo. Talvez as reminiscências sejam o que mais importa, talvez eu, finalmente, aprenda a viver um dia de cada vez. Mas, há uma certeza: o vazio permanecerá.


2 comentários:

Anônimo disse...

Vc nasceu pra escrever... Vá por mim, eu sei do que to falando!!!! Beijos, Drica, amiga e fã.

Fabricio Martines Alves disse...

O Texto eu amei, mas deu um sentimento ruim, sei lá, odeio ficar velho, mas ficou lindo o texto, chegou a ser até uma homenagem a isso de envelhecer, dos sonhos perdidos. Poxa, ainda bem que mandou o link, valew.